quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Artigo de Opinião: Fair Play... precisa-se!

Escrito por efut Segunda, 10 Janeiro 2011 01:00

A arbitragem, continua a ser, o alvo preferencial para todas as polémicas, servindo como um verdadeiro "escape" a alguns agentes desportivos, que, em vez de auto retratarem-se, procuram desviar as atenções dos seus fracassos pessoais e desportivos, com ataques sucessivos aos árbitros e à arbitragem em geral.
Porque não procuram dissecar os verdadeiros motivos, dentro do próprio clube?
Por exemplo, numa medíocre constituição ou formação do plantel, na qualidade dos Treinadores, alguns nem curso têm, ou na assiduidade dos atletas aos treinos, que os condicionam de obterem uma boa prestação nos jogos, entre outros factores...
Estes sim, são motivos muito importantes, sobre os quais se deveria reflectir!
Os árbitros, tal como os dirigentes, treinadores e atletas, são seres humanos, por isso, também têm direito a errar.
É notória a grande dificuldade de percepção, dos vários agentes desportivos, sobre esta matéria, por isso, seja sempre mais fácil atirar a culpa para quem apita, porque os árbitros, são e serão sempre"o elo mais fraco".
É gritante, que durante o tempo regulamentar de um jogo, qualquer erro existente, seja este, do guarda-redes que sofreu um "frango", do pivot que falhou um golo de baliza aberta, ou do treinador, que errou numa substituição, aos olhos de todos em geral, o árbitro é quem tem sempre a culpa de tudo! ... é lamentável!
Tenho consciência, que existe alguma displicência por parte de alguns árbitros, onde alguns, por vestirem um equipamento "preto", usam e abusam de uma certa prepotência e arrogância, julgando-se os donos da razão, mas, perante estes casos, devem os clubes, ter a lucidez suficiente, para saber distinguir os bons dos medíocres.
Contudo, a arbitragem vai continuar a ser o "alvo fácil", daqueles "vulgares cidadãos", que aproveitam o fim-de-semana desportivos, para descarregarem o stress de uma semana de trabalho. Esquecendo-se porém, que os árbitros também trabalham, também estão sob um stress constante, e naquele momento, estão a privar-se da sua vida pessoal, para estarem ao serviço do desporto, contribuindo para o desenvolvimento e sucesso da modalidade.
Todos os agentes desportivos, devem de uma vez por todas entender, que os árbitros entram na superfície de jogo, apenas, com o intuito de fazer cumprir as leis de jogo, para que este, se desenrole da melhor maneira possível, e, não para prejudicar esta ou aquela equipa, como muitos querem fazer passar a ideia...
Por vezes, são os próprios atletas, treinadores ou até mesmo os delegados, que despoletam durante o jogo, situações bizarras, por vezes com o intuito de complicar o bom desenrolamento deste, levando a que os árbitros tenham de intervir de uma forma mais ríspida.
Antes de atirarem a culpa aos outros, neste caso, aos árbitros, situação corrente, procurem antes, encontrar o erro dentro do vosso próprio clube.
Tanto nas vitórias, como nas derrotas, é preciso ter e manter sempre,
 o FAIR PLAY.

Sem comentários:

Publicar um comentário